quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Pautas de Heloisa Ikeda, Samira Hidalgo e Juliana Barbosa

a) Título provisório: Amores Virtuais

b) Objetivo da matéria: Retratar histórias de pessoas que se conheceram através de redes sociais e trouxeram essa relação para o ambiente real.
Retranca 1 – Por que é mais fácil se relacionar virtualmente? Explicar porque as pessoas, principalmente a nova geração, consegue expressar melhor seus sentimentos através das ferramentas online, como as redes sociais.
Retranca 2 – Perigos do relacionamento online – Demonstrar para as pessoas os perigos de manter um relacionamento online, não somente as questões relacionadas a pedofilia, roubo e casos de crime em geral, assim como as questões pessoais, como a decepção de descobrir que a pessoa com a qual se relaciona não é exatamente aquilo que ela esperava.
c) Fontes que serão consultadas: Pessoas que se conheceram através da internet, psicólogos, e pessoas que são, ou não, adeptas a redes sociais
d) Fotografias: Dos entrevistados, ilustrações e infográficos


Comentários
Suponho que vocês tenham escolhido o eixo Utilidade.
É necessário cuidado para lidar com esta pauta. Há pessoas que utilizam a rede para conhecer outras pessoas e marcar encontros afetivos/amorosos. Neste sentido, a rede é utilizada como meio - que favorece os mais tímidos ou com pouca disponibilidade, mas é apenas meio. Entretanto, há uma parcela significativa de pessoas que mantém relações afetivas virtualmente sem perspectiva de encontro real - seja por patologia social, seja por impedimento (pessoas casadas, comprometidas etc). É necessário distinguir um grupo do outro e, principalmente, evitar alimentar o preconceito.
Outra questão a ser abordada são os riscos envolvidos nos relacionamentos que começam pela internet. Hà relatos de estelionatários e outros criminosos que se utilizam deste meio atrair suas vítimas. Sugiro que estas questões (criminalidade) sejam abordadas em matéria separada, para evitar generalizações.
 
Mãos à obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário